domingo, 12 de janeiro de 2014

O Brasil tem um novo cardeal: Dom Orani João Tempesta!

      O Papa Francisco anunciou neste domingo, 12 de janeiro, a criação de 16 novos cardeais, entre os quais o único brasileiro foi o arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta. Quando o  anúncio foi feito Dom Orani estava nos estúdios da TV Brasil, onde celebrou, ao vivo, às 8h, a Santa Missa, com a presença da imagem peregrina de São Sebastião. Em entrevista aos veículos de comunicação da Arquidiocese, ele afirmou: "Em minha indignidade tenho certeza que a graça de Deus não me faltará para poder bem servir a Igreja nessa dimensão universal que é a dimensão do cardinalato. Peço a todos que continuem rezando por mim para que possa continuar servindo à Deus, à Igreja, como tenho servido até hoje, mas agora com essa responsabilidade maior, que se une as que já desenvolvo". Confira abaixo o perfil do nosso novo cardeal publicado originalmente no site da Rádio Catedral, veículo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro.

                      Paulista de São José do Rio Pardo, Dom Orani João Tempesta, nasceu no dia 23 de junho de 1950, filho de Achille Tempesta e de Maria Bárbara de Oliveira.
             Religioso da Ordem Cisterciense, cursou Filosofia no Mosteiro de São Bento, em São Paulo (SP) e Teologia no Instituto de Teologia Pio XI, em São Paulo (SP).
               Foi ordenado presbítero na sua cidade natal, em 7 de dezembro de 1974, na Paróquia São Roque, onde foi vigário e pároco.
             Em sua Diocese de São João da Boa Vista (SP), exerceu vários ofícios em âmbito diocesano, como coordenador da Pastoral, da Comunicação e das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), professor do Seminário e membro do Conselho de Presbíteros e do Colégio dos Consultores.
Em 26 de fevereiro de 1997 foi eleito bispo para a Diocese de São José do Rio Preto (SP), governando-a por mais de 7 anos (01/05/1997 a 12/10/2004). Ao ser ordenado bispo em 25 de abril de 1997 pelo seu antecessor, Dom José de Aquino Pereira, adotou o lema: “Que todos sejam um”.
De 1998 a 2003 foi o bispo responsável pelo Setor de Comunicação do Regional Sul 1 da CNBB (dioceses paulistas).
Desde 1998 faz parte, hoje presidente, do Conselho Superior do Instituto Brasileiro de Comunicação Cristã (Inbrac), mantenedor da RedeVida de Televisão.
Dom Orani com o Papa Bento XVI

Enquanto bispo de São José do Rio Preto, também exerceu os ofícios de Administrador da Abadia Territorial de Clavaral - MG (22/5/1999 a 11/12/2002) e de Visitador Apostólico do Mosteiro de São Bento, em Olinda-PE (2001 e 2002).
Em 8 de maio de 2003 foi eleito presidente da Comissão Episcopal para a Cultura, Educação e Comunicação Social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), depois reeleito por mais um mandato, ficando até 2011 e, por consequencia, também na CNBB, membro do Conselho Episcopal Pastoral (Consep), do Conselho Permanente e do Conselho Econômico.
No Conselho Nacional de Comunicação Social do Senado Federal, foi representante da sociedade civil (2004 a 2007) e, desde o dia 8 de agosto de 2012, exerce a função de presidente do órgão.
Em 13 de outubro de 2004 foi eleito arcebispo metropolitano de Belém do Pará, permanecendo no oficio por mais de 4 anos (08/12/2004 a 26/02/2009).
Enquanto arcebispo de Belém, foi eleito delegado pela CNBB para a 5ª Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e Caribenho (Celam), realizado em Aparecida-SP (maio 2007).
Em 19 de novembro de 2008 recebeu o título de Doutor Honoris Causa pelo Centro Universitário São Camilo, dos Padres Camilianos, de São Paulo. Também foi vice-presidente do Regional Norte 2 da CNBB (Pará e Amapá).
Na paróquia Cristo Libertador

Em 27 de fevereiro de 2009 foi eleito pelo Papa Bento XVI como arcebispo metropolitano da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ), tomando posse em 19 de abril do mesmo ano, até hoje.
Presidente do Instituto Brasileiro de Marketing Católico (IBMC) desde 2010, também exerce desde o dia 12 de maio de 2011 o oficio de presidente do Regional Leste 1 da CNBB (Dioceses do Estado do Rio de Janeiro).
Como arcebispo do Rio, exerce ainda o oficio de presidente da Fundação Rádio Catedral, Grão-Chanceler da Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio) e presidente da Pastoral do Menor. Também foi o presidente do Comitê Organizador Local da Jornada Mundial da Juventude (JMJ Rio2013).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mundo Maia no facebook