sábado, 18 de julho de 2015

X-MEN: 15 ANOS NOS CINEMAS


           O tempo voa e esta semana se completaram 15 anos da primeira experiência dos X-Men nos cinemas. Esse longa simplesmente redefiniu o modo de se fazer filmes baseados em heróis de HQs. Antes dos mutantes da Marvel chegarem à tela grande, a última experiência com heróis foi bem traumática para muitos fãs do gênero: o filme Batman & Robin (1997).
É claro, não podemos esquecer do filme do Blade (1998), mas acontece que não é um personagem conhecido do grande público e não tem a popularidade e o apelo de um Homem - Aranha ou dos X-Men. A grande sacada do Diretor Bryan Singer foi a de não fazer um filme de história em quadrinhos como Schumacher tentou fazer com o Homem Morcego. O conceito do universo mutante foi mantido, mas jogado em um "mundo real," mas verossímil e sóbrio, sem o colorido das revistas. A ação e os efeitos especiais não são gratuitos - estão à  serviço da história - o que até então foi uma façanha num filme do tipo. 
Dessa forma Singer conseguiu nos brindar com um ótimo filme de Ficção Científica que usa a questão dos mutantes para discutir temas sérios como preconceito, intolerância e exclusão. Se tornou um grande sucesso de público e crítica, abrindo caminho para uma infinidade de heróis invadirem os cinemas - invasão que veio para ficar. 


    
      Christopher Nolan, diretor da trilogia de sucesso do Batman iniciada em 2005 ficou coma  fama de ter introduzido o conceito de "estética realista." O fato é que o filme dos X-Men já trazia essa ideia. Inesquecível a tirada do Ciclope para Wolverine quando este ridiculariza os uniformes da turma: "O que você queria? Um colant amarelo?"

       O filme é quase perfeito. Outro ponto alto são os diálogos entre Magneto e Professor Xavier. Impossível não ver ali as figuras de Malcom X e Martin Luther King. O único elemento que deixa a desejar é o visual do Dentes de Sabre, mas isso é um detalhe só para fãs, pois o filme conseguiu o mérito de mostrar que é possível contar nos cinemas uma história de heróis de forma séria além de ter iniciado um segmento que tão cedo não se esgotará! Que venham mais 15, 20, 100 anos!!! 
   
   


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mundo Maia no facebook