segunda-feira, 23 de setembro de 2013

A realidade das UPAs

 
Médicos reclamam dos profissionais cubano, mas onde estão quando cidadãos que pagam impostos e contribuem para a cidade, para o país precisam deles? Publico aqui o depoimento de uma moradora do bairro de Realengo, Zona Oeste do Rio que mostra a forma criminosa como nossa população é tratada.
 
 
UPA DO JARDIM NOVO, EM REALENGO - denúncia!!!!

Hoje, 21/09, minha cunhada passou mal e eu a levei até a UPA.
Chegando lá, estava vazia. O atendente avisou que O ÚNICO MÉDICO QUE ESTÁ LÁ ATENDENDO, ESTÁ ATENDENDO SOMENTE OS CASOS GRAVES (FACADA, CONVULSÃO ETC.)
Perguntamos se ao menos a enfermeira poderia dar um auxílio. Fomos até ela e ELA SEQUER PÔDE AFERIR A PRESSÃO, ALEGANDO QUE, SE FEITA A AF
ERIÇÃO FOSSE NECESSÁRIO ALGUM OUTRO PROCEDIMENTO MÉDICO, ESTE NÃO PODERIA SER FEITO, PORQUE O ÚNICO MÉDICO LÁ NÃO ESTÁ PODENDO ATENDER.

RESULTADO: ELA E MAIS 5 PESSOAS PASSANDO MAL SÓ NAQUELE MOMENTO EM QUE EU ESTAVA LÁ, SIMPLESMENTE NÃO FORAM ATENDIDAS!!!!!!!!!!!!

TIVEMOS QUE PROCURAR A UPA DE REALENGO PARA TENTAR, QUEM SABE, TALVEZ, TER SORTE DE SER ATENDIDO.

ESSE É O GOVERNO SÉRGIO CABRAL!!!!!!!!!
FAZ DA UPA SUA PROPAGANDA ELEITORAL, MAS SÓ QUEM PRECISA E DEPENDE DESSE SERVIÇO, BEM COMO QUEM TRABALHA LÁ DENTRO SABE A VERDADE DOS FATOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mundo Maia no facebook