quarta-feira, 21 de novembro de 2012


"Meu filho não é branca nem negra a escravidão
O homem é escravo da própiria dor
Se torne meu filho um Zumbi de compaixão
Grilhão já não faz distinção de cor".

                          Paulo César Feital

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mundo Maia no facebook