quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Joseph Campbell

Aqui fragmentos de textos do mitólogo Joseph Campbell (1904-1987), umas das fontes de inspiração para George Lucas criar a saga Guerra nas Estrelas e também para os criadores da série Lost. Campbell foi também um estudioso das religiões. Abaixo alguns de seus escritos.








"Todo estudante de arte deve aprender a se dirigir a um mestre para estudar e aprender as técnicas escrupulosamente, enfim, todas as instruções que ele lhe dá. Mas chega o momento de usar as regras à sua própria natureza, sem se deixar limitar por elas. É o momento da proeza do leão. Na verdade, você pode esquecer as regras, porque elas foram assimiladas. Você é um artista".


Não pode haver criatividade a menos que você abandone o delimitado, o fixo, todas as regras".


"Ainda que você seja bem sucedido na vida, pense um pouco:
Que espécie de vida é essa?
Que tipo de sucesso é esse que o obrigou a nunca fazer nada do que quis, em toda a sua vida?"


"Ciência é abrir caminho , agora, na direção das dimensões do mistério. Assim ela se aproxima da esfera de que fala o mito. Chega ao limiar,a superfície comum ao que se pode ser conhecido e ao que nunca será descoberto, porque é um mistério que transcende todo esforço humano."


"A consciência se transforma pelas próprias provações ou por revelações iluminadas. Tudo gira em torno de provações e revelações."


"Vá aonde seu corpo e sua alma desejam ir. Quando você sentir que é por aí, mantenha-se firme no caminho e não deixe ninguém desviá-lo dele."


"Depois de ser batizado por João Batista, Jesus se isolou no deserto por quarenta dias e dali voltou com sua mensagem. Moisés foi ao topo da montanha e retornou com as tábuas da lei. E você tem aquele que funda uma cidade - Quase todas as velhas cidades gregas foram fundadas por heróis que partiram em expedição e viveram aventuras surpreendentes, a partir das quais cada um fundou uma cidade. Você pode também dizer que  a fundação de uma vida - a sua vida ou a minha, desde que vivamos nossas próprias vidas, em vez de imitarmos a vida de alguém provém igualmente do mesmo tipo de busca."


"O amor em si é dor, você poderia dizer, a dor de estar verdadeiramente vivo."


"A grande questão é saber se você vai dizer, de coração, um sonoro SIM ao seu desafio."

"Há uma outra emoção associada á arte, que não é a da beleza, mas a do sublime."

"O mito é o sonho público, e o sonho, o mito privado. Se o seu mito privado, seu sonho, coincide com o da sociedade, você está de acordo com o seu grupo. Se não, a  aventura o aguarda na densa floresta a sua frente."


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mundo Maia no facebook