quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Bangu receberá Um Solo para Solano


Aproveite! única apresentação!!!


Ingressos: R$10,00 - meia entrada
(Nas Areninhas todos os moradores do Rio de Janeiro pagam meia entrada)
SOLANO TRINDADE. Poeta, folclorista, cineasta. Um ser humano de grande carisma e visão, um homem que fazia dos seus versos uma arma, um toque de clarim, combatendo por um mundo melhor. Carregando sua bandeira, foi além da Poesia, desbravou caminhos e semeou o amor ao folclore na tentativa de preservar nossas tradições. Dizia sempre “que era necessário pesquisar nas fontes de origem e devolver ao povo em forma de arte”, para isso criou o Teatro Popular Brasileiro, em 1950 ao lado do sociólogo Edson Carneiro e de Margarida Trindade, sua mulher. O TPB era formado por operários, estudantes e gente do povo. Também foi um dos criadores do Teatro Experimental do Negro que funcionou como núcleo ativo de conscientização dos negros, para assumirem orgulhosamente sua identidade e lutar contra a discriminação.
O espetáculo tem o compromisso de abrir as cortinas da arte e apresentar essa luta através da poesia de Solano Trindade, na interpretação do ator Carlos Maia, o Nego Maia do Brasil. Uma poesia carregada de sentimento, inconformismo, simplicidade e beleza. E como disse Drummond: “(...) versos de uma força natural e uma voz individual rica e ardente que se confunde com a voz coletiva”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mundo Maia no facebook