domingo, 27 de julho de 2014

12 Anos de Escravidão e o tráfico humano hoje


             Com um pouco de atrasado assisti ao filme 12 Anos de Escravidão, baseado na história real de Salomon Northup, que escreveu o livro de mesmo nome da película contando sua tragédia, que de homem negro, livre com família no norte dos Estados Unidos, é sequestrado e vendido como escravo no Sul daquele país. Através dos olhos do protagonista vamos entrando naquele mundo perverso da escravidão onde seres humanos são coisificados e sevem aos mais variados propósitos - desde trabalhar como animais de carga até a satisfação sexual de seus donos. Dirigido por Steve McQueen 12 anos de Escravidão - vencedor do Oscar 2014 de melhor filme - já é considerado o melhor filme sobre escravidão já feito nos EUA (quando o Brasil terá o seu?). O filme se passa no século XIX e o mais assustador é constatar que nos dias de hoje, em pleno século XXI, o tráfico de seres humanos ainda é uma perversa realidade em todo o mundo. Segundo estimativas da OIT (Organização internacional do Trabalho) o tráfico humano movimenta mais de 32 bilhões de dólares por ano!!! A escravidão ainda é uma realidade para muitos em todo o planeta.

 A Convenção de Palermo define essa monstruosidade como  recrutamento,  transporte,  transferência,  alojamento de pessoas utilizando-se de ameaça, uso da força, formas de coação e abuso de autoridade sobre situações de vulnerabilidade para fins de exploração. 

      
 Quanto ao tráfico de pessoas para fins sexuais, estima-se que 98% das vítimas em todo o mundo são mulheres. As mulheres traficadas entram no seu país de destino com visto de turista. A exploração sexual muitas vezes é camuflada nos registros por atividades legais como o agenciamento de modelos, babás, garçonetes ou dançarinas. 

    Elas chegam a trabalhar de 10 a 13 horas por dia no mercado do sexo, não podendo recusar clientes e sendo submetidas ao uso abusivo de drogas e álcool para permanecerem despertas . A série de TV matrioshki abordou essa triste realidade para muitas mulheres. Confira abaixo:


Cartaz da CF 2014
             O tema da Campanha da Fraternidade 2014 -  Fraternidade e o Tráfico Humano - voltou o olhar da Igreja no Brasil para o tema convidando os cristãos a uma tomada de consciência do problema e agir efetivamente contra esse mal. Durante todo o período quaresmal aconteceram na Igreja por todo o Brasil reflexões, leituras, palestras e a ações voltadas para o tema. Não deixe de assistir 12 Anos de Escravidão. Vale a pena! 













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mundo Maia no facebook